REABILITAÇÃO DA PARALISIA FACIAL COMO MÉTODO KABAT

Blair José Rosa Filho

A paralisia facial provoca a perda dos movimentos da musculatura da face, podendo ser unilateral ou bilateral. Quando houver diminuição dos movimentos, chama-se paresia facial. A paralisia provoca assimetria da face ou imobilidade, modificando a expressão fisionômica do paciente. São várias as causas, assim deve ser sempre investigada minuciosamente. É necessário que se estabeleça, precocemente, o nível da lesão e a etiologia, para que haja um tratamento racional, prevenindo assim complicações graves. Ao lado do tratamento etiológico, é também necessário, estabelecer um tratamento sintomático representado por métodos físicos de reabilitação, desempenhando um grande papel de importância para a reabilitação do paciente com paralisia facial. Foi proposta por ela - Jaime A. M.- o tratamento da paralisia facial com o PNF.


MÉTODO KABAT

1) Definição

Método Kabat ou PNF é o método que promove e acelera as respostas dos mecanismos neuromusculares através da estimulação dos receptores.


2) Conceitos Gerais

a) Facilitação: Em biologia, significa aceleração ou promover um processo natural; na reabilitação visa à melhoria do movimento; em fisiologia tenta elevar o estado central de excitação, diminuindo a resistência ao impulso nervoso nas sinapses. Este impulso prepara o axônio para o próximo estímulo, visando ao aparecimento da ação do músculo. Todas as vezes que se fala em facilitação (reabilitação), fala-se em inibição. Quando facilitamos, estamos estimulando, logo, aumentando a excitação. Assim, chega-se à mudança da permeabilidade da membrana, ocorrendo a despolarização, se o estímulo for limiar.

b)Neuromuscular: O método Kabat utiliza sempre a unidade motora - (motoneurônio mais fibras musculares por ele inervadas) que trabalha em relação ser do tudo ou nada.

c)Proprioceptiva: Usa estimulação dos receptores proprioceptivos, embora utilize todos os receptores.


3) Objetivos do Método KABAT

a)Objetivos primários: As técnicas visam a conseguir o movimento normal que dependerá das ações integradoras do sistema nervoso central, da morfologia, da cinesiologia, do aprendizado do desenvolvimento motor e da conduta motora. Os padrões usados, visam à utilização de valores positivos, assim, trabalham-se as partes mais fortes que irradiam energia nervosa às mais fracas.

b)Objetivos secundários: O paciente deve estar apto a usar as partes mais fortes, para que obtenha a irradiação do impulso nervoso. Maior intensidade do tratamento através da repetição da ação.


4) Processos Básicos do Método KABAT .

*Padrões de facilitação;
*Estímulo de estiramento;
*Tração-aproximação;
*Reflexo de estiramento;
*Contatos manuais;
*Comandos verbais;
*Estímulos visuais;
*Contração isotônica e isométrica;
*Sequência dos movimentos;
*Máxima resistência.

a) Padrões de facilitação
Usa movimentos em massa, globais, que são feitos nos três planos do espaço, executados em diagonal e espiral. Cada setor do aparelho locomotor tem duas diagonais de movimento e cada diagonal tem dois padrões antagonistas entre si. Os movimentos faciais têm diagonais centrais ou axiais, cujo centro de movimento está no plano doginal.

b) Estímulo e reflexo de estiramento
Fisiologicamente, são a mesma coisa. Na prática, o estímulo é o máximo de alongamento do músculo; é a posição do começo de cada padrão, enquanto o reflexo de estiramento é a ultrapassagem rápida do limite dado do estiramento; estímulo e reflexo de estiramento atingir o os proprioceptores.

c) Tração - aproximação - contatos manuais e máxima resistência
São usados para estimular os receptores da pele e daí a máxima resistência, que é variável de pessoa para pessoa, do tipo de contração muscular isotônica ou assimétrica e do tipo de movimento. Seu objetivo é a irradiação do estímulo nervoso.

d) Comandos verbais e estímulos visuais
Está comprovada, pela neurofisiologia, que existem reflexos entre os tubérculos quadrigêmios inferiores (visão) relacionados com o núcleo motor.

e) A seqüência dos movimentos
Nas paralisias faciais os estímulos devem começar na porção superior da face, mesmo que esta não seja a mais comprometida.