Carrinho  

Nenhum produto

Expedição 0,00 €
Imposto 0,00 €
Total 0,00 €

Preços com taxas incluídas

Verificar

Protocolo de Avaliacao Clínica da Disfagia Pediátrica (PAD-PED)

Este instrumento completo de avaliação é composto por um Livro Teórico; cinco exemplares do Protocolo de Avaliação Clínica da Disfagia Pediátrica (PAD-PED); um CD contendo o arquivo para impressão do PAD -PED.

Mais detalhes


33,85 € IVA incl.

LI134

30 outros produtos da mesma categoria:

Customers who bought this product also bought...

Autores: Fabíola Custódio Flabiano-Almeida; Karina Elena Bernardis Bühler; Suelly Cecilia Olivan Limongi.
Editores Científicos da Série Fonoaudiologia na Prática Hospitalar: Claudia Regina Furquim de Andrade; Suelly Cecilia Olivan Limongi.

Número de Páginas do Livro: 36.

ISBN: 978-85-8129-010-2

Primeira Edição em 2014

Sobre este Número:

O Número I da Série Fonoaudiologia na Prática Hospitalar da Pró-Fono enfatiza a importância da sistematização de avaliações com base em evidências científicas, de forma a estabelecer parâmetros para o controle objetivo e sistemático de tratamentos ou processos terapêuticos, possibilitando o monitoramento de sua eficácia, eficiência e efeito. Neste Número, o fonoaudiólogo encontrará a proposta do Protocolo de Avaliação Clínica da Disfagia Pediátrica (PAD-PED) que se propõe a: identificar as alterações na dinâmica da deglutição em crianças, considerando as etapas do desenvolvimento do sistema estomatognático; caracterizar os sinais clínicos sugestivos de penetração/aspiração laringotraqueal; avaliar o impacto da disfagia na funcionalidade da alimentação; e auxiliar o fonoaudiólogo na tomada da conduta mais acertada, a partir dos resultados da avaliação.

A contribuição do PAD-PED para a Fonoaudiologia na Área da Disfagia Infantil consiste em três aspectos principais: a forma de apresentação que considera todas as etapas do desenvolvimento das funções estomatognáticas e do processo de transição alimentar, desde um mês de vida até os sete anos e onze meses de idade; Escala de Severidade da Disfagia específica para a população infantil, que fornece ao fonoaudiólogo parâmetros mais objetivos para se determinar a gravidade da disfagia em cada caso, auxiliando-o na tomada da conduta mais acertada; e a possibilidade de padronização dos serviços de disfagia pediátrica facilitando, assim, a criação e gerenciamento de bancos de dados e do controle de indicadores de qualidade do serviço.

Dirce Capobianco
(Editora Técnica-Científica da Pró-Fono)

 

Sumário do Livro

Protocolo de Avaliação Clínica da Disfagia Pediátrica (PAD-PED)
Proposta
Justificativa
Sua Construção
População Alvo
Sua Contribuição
Sua Composição
Sua Aplicação
Fluxograma do Processo de Avaliação
Instruções de Aplicação
O Protocolo
Classificação do Grau da Disfagia Pediátrica
Considerações Finais
Referências Bibliográficas

Os Autores:

Fabíola Custódio Flabiano Almeida.
Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fonoaudióloga do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo.

Karina Elena Bernardis Bühler.
Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fonoaudióloga do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo.

Suelly Cecilia Olivan Limongi.
Graduada em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Doutora em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Professora Livre-Docente do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Sobre a Série Fonoaudiologia na Prática Hospitalar da Pró-Fono:

A Série Fonoaudiologia na Prática Hospitalar da Pró-Fono surgiu da observação de necessidades e interesses dos fonoaudiólogos clínicos que atuam em hospitais. Esses profissionais apresentam participação ativa nas equipes multiprofissionais, lidam com diferentes doenças, diferentes condições clínicas e diversas fases da vida dos pacientes, fatores que tornam esta atuação desafiadora. Em meio aos desafios profissionais, o trabalho dos fonoaudiólogos nesses ambientes tem se tornado cada vez mais frequente e efetivo.

Esta Série visa oferecer ao fonoaudiólogo informações teórico-práticas com fundamentação da Prática Baseada em Evidências, a partir da organização de dados e da realização de estudos ocorridos em serviços hospitalares.

Claudia Regina Furquim de Andrade.
Graduada em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Doutora em Semiótica e Linguística Geral pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Professora Titular em Fonoaudiologia no Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Suelly Cecilia Olivan Limongi.
Graduada em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Doutora em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Professora Livre-Docente do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.