Carrinho  

Nenhum produto

Expedição 0,00 €
Imposto 0,00 €
Total 0,00 €

Preços com taxas incluídas

Verificar

Psicopedagogia e a Teoria Modular da Mente

Este livro desenvolve o pensamento de que a mente não é um sistema unitário; ele parte de uma concepção modular, onde o ser humano precisa de várias ferramentas cognitivas no cotidiano. Apoiados na teoria de Gardner, que divide a mente em 9 inteligências , os autores as explicam e dialogam com a teoria de Sternberg, que entende a inteligência humana através de 3 unidades.

Mais detalhes

Redução do preço!
10,90 € IVA incl.

36,32 € IVA incl.

(preço reduzido por 70 %)

LI95

30 outros produtos da mesma categoria:

Autores: Elizabeth Carvalho da Veiga e Emilio Garcia Garcia
I.S.B.N.: 85-89892-31-X
Número de Páginas: 148
Idioma: Português
Edição: Primeira Edição em outubro/2006
Número de páginas: 148
 

Resumo

O livro “Psicopedagogia e a Teoria Modular da Mente”, de Elizabeth Veiga e Emílio Garcia, desenvolve o pensamento de que a mente não é um sistema unitário; ele parte de uma concepção modular, onde o ser humano precisa de várias ferramentas cognitivas no cotidiano. Apoiados na teoria de Gardner, que divide a mente em 9 inteligências (Lingüística, Lógica, Espacial, Corporal, Intrapessoal, Interpessoal, Musical, Naturalista e Existencial), os autores as explicam e dialogam com a teoria de Sternberg, que entende a inteligência humana através de 3 unidades: Analítica, Prática e Criativa.

Partindo desse pressuposto, o livro defende a idéia de que a escola supervaloriza certas “inteligências”, em detrimento de outras; a Lógica e a Lingüística, bem como a Inteligência Analítica de Sternberg, receberiam destaque, quando na realidade, o uso equilibrado de todos os módulos resultaria no devido aproveitamento mental.

O ser humano desenvolve-se de maneira particular; não há aluno melhor ou pior, mas sim aquele que sobressai determinada área de inteligência. Para os autores, cabe ao psicopedagogo promover o crescimento harmônico da mente, principalmente áreas subdesenvolvidas; diante disso, propõem uma reflexão sobre como deve ser o desenvolvimento escolar.

Demonstrando diversas teorias que convergem nesse modo de pensar, o livro explica a divisão das funções entre os hemisférios cerebrais. Em tal organização, os módulos não se interligam: o sistema central seria responsável por integrar as informações. Além disso, a obra relata a atuação das áreas de inteligência ao longo da evolução do homem, citando o comportamento dos chimpanzés como exemplo.

A disfunção em um desses módulos pode acarretar distúrbios cognitivos, “Psicopedagogia e a Teoria Modular da Mente” elucida esses problemas citando o autismo. O indivíduo autista apresenta dificuldades no que diz respeito à interação social, sendo incapaz de despertar reação no outro; porém, as demais atividades modulares não são comprometidas.

Por fim, um modelo de diagnóstico modular metacognitivo é apresentado ao leitor, para que se avalie habilidades e aquilo que deve ser melhorado; o estímulo adequado representa o desenvolvimento equilibrado das funções cognitivas vitais ao ser humano.

Sumário

PARTE I
MODULARIDADE DA MENTE 
Capítulo 1
Ciências e tecnologias em busca da modularidade
Capítulo 2
Teoria Modular da Mente
Capítulo 3
Modularidade da capacidade mentalista
Capítulo 4
Teoria das Inteligências Múltiplas
Capítulo 5
Teoria Triárquica

PARTE II
MODULARIDADE E CONSTRUTIVISMO 
Capítulo 6
Modularidade e Construtivismo: questão nuclear nas ciências cognitivas

PARTE III
PSICOPEDAGOGIA E A TEORIA MODULAR 
Capítulo 7
A psicopedagogia na perspectiva da teoria modular da mente
Capítulo 8
Aplicação de um Programa de Intervenção Cognitiva com base na Teoria Modular da Mente ( PIC )