Carrinho  

Nenhum produto

Expedição 0,00 €
Imposto 0,00 €
Total 0,00 €

Preços com taxas incluídas

Verificar

Mordedor

Tem uma função terapêutica, sendo empregado por fonoaudiólogos no tratamento das alterações miofuncionais. Sua finalidade é estimular a musculatura da mastigação, melhorando a coordenação dos movimentos mastigatórios e o tônus muscular necessários para a adequação da mastigação propriamente dita e das posturas mandibular e labial.

Mais detalhes


6,08 € IVA incl.

TF30

23 outros produtos da mesma categoria:

Contém: 1 unidade.

O Mordedor de Látex constitui-se de uma argola grande presa a uma outra de menor tamanho por uma haste curta. É todo confeccionado em borracha, pois este é um material aprovado do ponto de vista de higiene e saúde. Além disto, a borracha tem a maleabilidade necessária ao estímulo adequado das gengivas e da membrana periodontal.

Aconselha-se seu uso para bebês de tenra idade que tenham preensão para levá-lo à boca, agindo como estímulo sensorial. Mas é recomendado, sobretudo, para bebês em fase de erupção dentária, quando as gengivas o incomodam e ele sente necessidade de morder.

Porém, o Mordedor de Látex também tem uma função terapêutica, sendo empregado por fonoaudiólogos no tratamento das alterações miofuncionais. Segundo a fonoaudióloga Elisa B.C. Altmann, sua finalidade é estimular a musculatura da mastigação, melhorando a coordenação dos movimentos mastigatórios e o tônus muscular necessários para a adequação da mastigação propriamente dita e das posturas mandibular e labial.

Os exercícios podem ser executados mordendo-se a argola grande, a pequena, ou a haste que as interliga. Podem ser efetuados de forma isotônica, quando solicita-se mordidas rítmicas e rápidas; ou de forma isométrica, quando mantém-se a mordida por alguns segundos. Contudo, neste último caso, a manutenção não deve exceder 10 segundos, para evitar que os músculos entrem em espasmo.

A mastigação pode ser efetuada de forma a estimular todos os dentes, posicionando-se o Mordedor de Látex inicialmente na altura dos primeiros molares e, depois, trazendo-o para dentes mais anteriores, até chegar nos incisivos.

A estimulação dos movimentos laterais da língua também é possível, mordendo-se a haste central e deixando-se a argola pequena sobre a língua. Esta agirá como estímulo proprioceptivo aos movimentos laterais da língua.

Sugere-se que, durante os movimentos mastigatórios, os lábios permaneçam ocluídos para que sua musculatura também seja estimulada.